Nunca é um tempo que só os sábios sabem esperar. Pedra Mateus

André Fernandes e Pedra Mateus

E nada mais paira sobre aquele que derrama seu riso ou pranto em versos.

A CADA DIA, DEUS NOS PRESENTEIA COM O SOL, E AINDA QUE SEUS RAIOS NÃO ESTEJAM PERTO O BASTANTE PARA AQUECER-NOS, SUA LUZ NOS DÁ A CERTEZA DE QUE ELE ESTÁ LÁ.
Textos


Outra Primavera com você

Nesse campo florido
Vivemos a reprise de nosso amar
No sentimento que não foi contido
Que o tempo não soube apagar


A terra já não recebe meu pranto
A saudade deu-me trégua e acalanto
O vento já sopra e refresca
Finda espera, hora de festa


Os aromas dessas flores
Faz brotar novos sabores
As pétalas que caem ornamentam
E aos nossos sonhos alimentam


Jardins, florestas e pomares
Tudo no mesmo quintal
Da primavera que somos
Em nosso terreiro sentimental


A semente que tanto esperou
Cresce , floresce, faz-se flor
Nossas almas compassadas almejam
Viver a florescência deste eterno amor.


Este poema é retrato do momento presente. Antagonista ao tempo do poema aqui postado: Outra primavera sem você (06/11/2011). Felizmente, o tempo passa, transforma e aprimora. Como a peneira de um garimpo, vai o que é sem valor e reluz o que é de fato importa. Noutro momento, postamos aqui: Nunca é um tempo que só os sábios sabem esperar...

Beijos floridos e perfumados a todos os recantistas, com o desejo que nesta primavera nasçam aqui lindos e novos FLOREMAS.

Pedra
André Fernandes e Pedra Mateus
Enviado por André Fernandes e Pedra Mateus em 28/09/2012
Alterado em 08/10/2012

Música: Cosy In The Rocket - Psapp

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Antes de cortar alguém de seu convívio, faça a si a seguinte pergunta: Quão superior sou diante dele? Se julgar-se melhor significa que você não merece sua amizade. Pedra Mateus